Blog

Hérnia De Disco: Causas, Sintomas e Tratamento

Hérnia De Disco: Causas, Sintomas e Tratamento

É possível se livrar das dores nas costas mesmo sem cirurgia.

Você pode retornar às atividades do dia a dia, SEM DORES, com segurança e conforto através de um programa de tratamento conservador.

Muitas pessoas sofrem diariamente com fortes dores na coluna.

Dores que as vezes prejudicam a prática de atividades diárias simples.

Essas crises geralmente são chamadas de lombalgia, cervicalgia, dorsalgia e podem estar relacionadas a uma hérnia de disco.

Para ajudar a eliminar as dores, é importante que o atendimento seja individualizado e de acordo com as características de cada paciente.

Na Cure Fisioterapia, o atendimento começa com uma avaliação detalhada da situação de cada paciente e, então, o melhor tratamento é determinado.

O que é uma Hérnia de Disco?

A coluna possui alguns discos aos longo da sua formação, como uma espécie de sistema feito para absorver o impacto dos movimentos do corpo.

Com o passar dos anos, ou devido a alguns fatores, pode ocorrer o desgaste ou deslocamento de um desses discos, causando a ruptura do anel fibroso, o que faz com que a massa central do disco se desloque, causando assim a chamada hérnia de disco.

A hérnia de disco pode afetar várias regiões da coluna.

Quando localizada na região do pescoço é chamada de hérnia cervical, quando está localizada no meio da coluna é chamada de torácica, e quando afeta a região mais baixa da coluna e chamada de hérnia de disco lombar.

A hérnia de disco é um problema efetivamente comum, que afeta em geral indivíduos do sexo masculino, o que não exclui a sua incidência em indivíduos do sexo feminino. É uma patologia que pode causar extrema dor localizada ou em alguns casos irradiar para os braços ou pernas.

O Que Causa a Hérnia de Disco?

A Hérnia de disco tem uma grande incidência em pessoas entre 30 e 50 anos, ainda que possa se manifestar em outras idades, sendo muito rara a sua ocorrência na infância. É geralmente atribuída a alguns fatores como: Sedentarismo;

- Envelhecimento;

- Alterações musculares;

- Obesidade;

- Tabagismo;

- Sobrepeso.

Há ainda estudos que atribuem o seu surgimento a fatores genético. Em geral o envelhecimento causa o desgaste dos discos, o que leva ao surgimento da doença. A incidência de traumas diretos ou indiretos na coluna, como levantamento de peso inadequado, postura incorreta, em especial em ambiente de trabalho, seja para quem trabalha por longos períodos sentado ou realiza trabalho braçal que exige muito do físico, também são fatores preponderantes para a incidência do problema.

Quais são as Fases da Hérnia de disco?

Existem 4 fases da hérnia de disco, variando de acordo com o tipo de lesão causada.

1ª Fase Abaulamento Discal: Nesta etapa tem início, de fato, a patologia. É quando o disco intervertebral, começa a apresentar fissuras em suas fibras, levando o disco à forma de arco.

2ª Fase Protusão Discal: O abaulamento já é maior, podendo atingir até mesmo os nervos, a medula e o saco dural (canal medular). Nessa fase, normalmente tem início a degeneração discal. A doença está em estágio mais avançado.

3ª Fase Hérnia de Disco: É a fase onde ocorre a extrusão do disco intervertebral, já em estágio avançado de degeneração. O núcleo pulposo migra de sua posição normal no centro do disco para a periferia, levando à compressão das raízes nervosas e caracterizando a hérnia de disco.

4ª FaseSequestro ou Fragmento: É quando a parte do disco que se encontrava extruso se separa do disco, comprometendo ainda mais as estruturas nervosas. Essa é a etapa mais rara, mas que dependendo da posição do fragmento pode gerar efeitos graves, sendo necessários tratamentos que promovam a descompressão das estruturas afetadas, retirando-se o fragmento da hérnia.

Como é feito o Diagnóstico da Hérnia de Disco?

O diagnóstico inicial é clínico, feito a partir da avaliação dos sintomas apresentados pelo paciente, e pode ser acompanhado de exames neurológicos. Outros exames como Raio X, tomografia e ressonância magnética podem ser solicitados para que seja possível localizar a hérnia de disco na coluna, e definir a extensão da lesão.

Sintomas Mais Comuns da Hérnia de Disco

O indivíduo portador de hérnia de disco apresenta alguns sintomas comuns, porém, em alguns casos a doença pode ser assintomática, ou seja, o indivíduo não manifesta nenhum sintoma da patologia. Pacientes sintomáticos podem apresentar formigamento, perda de sensibilidade nos membros e dores que podem variar de intensidade, podendo incapacitar o indivíduo.

Outros sintomas relacionados a doença podem ser:

- Dor nas costas por um período maior que três meses;
- Fraqueza nos membros inferiores;
- Formigamento, dor ou dormência nos membros inferiores ou superiores;
- Incontinência urinária;
- Dores de cabeça que irradiam da nuca para os ombros;
- Dificuldades de locomoção;
- Dificuldade para mover ou levantar objetos.

O surgimento de alguns desses sintomas é um sinal de alerta do corpo, é preciso buscar um especialista para que o problema seja identificado e tratado.

Hérnia de Disco tem Tratamento?

O tratamento da hérnia de disco é feito inicialmente com medicamentos e fisioterapia. O especialista irá acompanhar o caso por um determinado período, em geral de um a seis meses, não havendo melhora significativa, este pode indicar um tratamento cirúrgico.

O tratamento inicial, menos invasivo, tem por objetivo o controle e alívio da dor, estimulando a recuperação neurológica, e consequentemente o retorno do paciente às atividades diárias.

O tratamento com medicamentos é feito através de anti-inflamatórios não esteroides tendo como fim reduzir a inflamação, podendo ser feito também com o uso de analgésicos para aliviar a dor.

Após o início do tratamento os sintomas devem reduzir ou desaparecer em um período médio de quatro a seis semanas. O tratamento não invasivo deve incluir sessões de fisioterapia através de exercícios de mobilidade, força, liberações musculares, correntes analgésicas e recursos antiinflamatórios.

O tratamento cirúrgico é feito quando o tratamento conservador não tem o efeito esperado, ou em casos específicos de absoluta necessidade, neste caso, é feita a descompressão das estruturas nervosas. Esse tratamento é indicado em último caso por trazer alguns riscos ao paciente, como limitação dos movimentos da coluna.

Prevenção da Hérnia de Disco

Você pode estar se perguntando se há alguma forma de prevenir a ocorrência dessa doença. Bem, inicialmente a melhor estratégia é a prática de atividade física. A rotina diária, em especial para quem trabalha sentado, faz com que os músculos se tornem flácidos, isso levo ao desgaste dos discos da coluna e consequentemente à hérnia de disco.

Manter uma rotina de atividades físicas de forma adequada e ter atenção com a postura ao longo do dia são pontos fundamentais para evitar o surgimento do problema.

Independentemente da idade, se evidenciado o aparecimento de sintomas similares é importante procurar um especialista para uma avaliação e possível encaminhamento para tratamento adequado.

Nós da Cure Fisioterapia temos vasto conhecimento no tratamento da hérnia de disco , conheça nossa metodologia e marque hoje mesmo uma avaliação com nossos fisioterapeutas.

Perguntas Frequentes sobre Tratamento de Hérnia de Disco

Como Funciona o Tratamento Com Fisioterapia?

Inicialmente o paciente deve participar de uma avaliação previamente agendada com nosso especialista. Nesta avaliação, será feita uma entrevista inicial que contempla perguntas sobre o problema em questão: presença de dor, quanto tempo, tipo de dor, comportamento da dor, hábitos diários, limitações e etc. Além disso, um exame físico minucioso será realizado com testes específicos, avaliação de força muscular, reflexos, condições mecânicas e etc. Exames de imagem também serão avaliados caso o paciente os tenha.

A partir de então, o melhor tratamento será proposto, baseado nas particularidades do individuo e envolvendo as melhores técnicas e ferramentas para o problema em questão. Número de sessões, frequência semanal e orientações iniciais já serão passados. Esta avaliação já inclui uma sessão de analgesia (diminuição de dor) caso seja necessária.

A Cure Fisioterapia atende convênio?

Nosso tratamento é totalmente individualizado e totalmente personalizado (apenas você é atendido pelo fisioterapeuta), nossos profissionais são todos especialistas e nossos resultados são comprovados já em curto período. Os tratamentos fisioterapêuticos que os planos de saúde oferecem costumam ser em grupos de no mínimo 3 pacientes por fisioterapeuta, isto acaba tornando as sessões superficiais, com baixa qualidade e consequentemente os resultados não são satisfatórios. Por estes motivos não conseguimos trabalhar com planos de saúde. Nós providenciamos toda a documentação para o reembolso e facilitamos o pagamento.

É necessário passar no médico antes?

Fisioterapeutas são considerados profissionais de primeiro contato. Toda nossa equipe é capacitada para realizar o diagnóstico funcional e através dele indicar o tratamento ideal. Se necessário, o fisioterapeuta pode sugerir uma consulta com um ortopedista para outra intervenção.

Qual a duração das sessões?

Nossas sessões tem uma média de 1 hora de duração.

Quais as técnicas/ferramentas utilizadas?

Cada patologia tem uma especificidade e deve ser abordada de maneira individual. No nosso arsenal de técnicas utilizamos fisioterapia manual, osteopatia, eletroanalgesia, laserterapia, hypervolt, mesa de flexo descompressão, eletroestimulação, ultra som e todos os equipamentos necessários para a realização de exercícios de força muscular, mobilidade articular e controle motor.

Devo agendar previamente a minha consulta?

Sim. Todas as avaliações e sessões devem ser previamente agendadas. Nossa equipe tem grande demanda de pacientes e, por este motivo, só trabalhamos com horários agendados.

Tem estacionamento no local?

Estamos instalados em um prédio comercial que dispôe de 5 vagas na calçada. Caso uma esteja disponível, é permitido estacionar sem custo algum.


Voltar ao Blog

Veja outras postagens

Fisioterapia na Hérnia de Disco

Fisioterapia na Hérnia de Disco

Continuar lendo
Fisioterapia Na Fratura De Colo De Fêmur

Fisioterapia Na Fratura De Colo De Fêmur

Continuar lendo
Lombociatalgia? Causas, Diagnóstico e Tratamento

Lombociatalgia? Causas, Diagnóstico e Tratamento

Continuar lendo
Whats -55 11 9 9274.3707