Blog

Protrusão Discal

Protrusão Discal

A protrusão discal ocorre quando há projeção do disco intervertebral para fora do seu local ideal, porém sem rompimento do invólucro, da membrana que o envolve.

Os discos intervertebrais são estruturas fibrosas que possuem um local apropriado, sendo situado entre as vértebras na coluna vertebral. Eles são compostos de um anel externo, fibroso e um núcleo pulposo.

Quando temos a protrusão discal, o anel externo não é rompido. No caso da hérnia de disco, há o rompimento dessa estrutura discal mais externa.

De fato, a protrusão discal é sempre o início de uma hérnia de disco. Porém, o mais correto é dizer que toda hérnia de disco iniciou-se como uma protrusão discal, uma vez que nem toda protrusão discal evolui para uma hérnia de disco.

Mas quais são seus sintomas e como pode ser seu tratamento?

E se você pratica atividade física e teve o diagnóstico de protrusão discal, deve ter alguma preocupação ou cuidado? É sobre isso que vamos falar, confira!

Protrusão Discal x Hérnia de Disco

Conforme já explicado, a protrusão discal é o início de uma hérnia de disco, no qual há somente a projeção discal, sem rompimento do anel fibroso externo que envolve o disco.

Por sua vez, a hérnia de disco é a evolução negativa da protrusão discal, com o deslocamento do disco intervertebral, incluindo o rompimento do seu anel fibroso.

Quando temos o diagnóstico da protrusão discal, podemos evitar que o caso piore, para que não haja a evolução para uma hérnia de disco.

Sintomas De Protrusão Discal

A protrusão discal pode ocorrer em qualquer região da coluna vertebral (cervical, torácica ou lombar), mas é mais comum na região lombar e cervical.

As duas regiões nas quais mais ocorre protrusão discal são justamente as regiões de maior mobilidade da coluna vertebral.

Conforme o local em que ela ocorre, os sintomas podem variar.

Dor nas costas;

Dor nos ombros (protrusão discal cervical);

Dor nos braços (protrusão discal cervical);

Dor no pescoço (protrusão discal cervical);

Dor na região torácica;

Formigamento nas pernas;

Fraqueza muscular nas pernas.

Protrusão Discal - Causas

As causas da protrusão discal tem grande relação com obesidade e sedentarismo, pois tanto a obesidade aumenta a carga na coluna vertebral, como o sedentarismo aumenta a fraqueza muscular dessa região.

Porém existem alguns trabalhos ou hábitos que podem aumentar a chance daquela pessoa apresentar protrusão discal.

Por exemplo, motoristas, que ficam sentados por um longo período, sendo submetidos à vibração.

A má postura prolongada é o principal fator causal de protrusão discal. Portanto, pessoas que trabalham de frente ao computador, por longas horas, sentadas de maneira inapropriada, ou então trabalhadores que necessitam permanecer em posições não amigáveis para a coluna vertebral durante muito tempo são os maiores grupos de risco.

Outro fator causal frequente é o envelhecimento. Com o envelhecimento, o disco intervertebral perde parte de sua elasticidade, além de sofrer desgaste.

Além disso, há também fatores genéticos envolvidos, com a hereditariedade sendo um fator causal importante, o que significa que se alguém próximo da sua família, como pai ou mãe, tem hérnia de disco, existe uma chance maior de você também poder ter.

Existe Grupo de Risco Para Protrusão Discal?

Qualquer pessoa pode vir a desenvolver protrusão discal, caso não tenha hábitos saudáveis ou exerça atividades que resultam em grande impacto na coluna vertebral.

Porém, o grupo de maior risco para o desenvolvimento da protrusão discal são os trabalhadores braçais, uma vez que exercem impacto na coluna vertebral, carregando frequentemente muito peso.

Mas isso não isenta outros trabalhadores da possibilidade de vir a desenvolverem a protrusão discal.

Diagnóstico De Protrusão Discal

O diagnóstico de protrusão discal deve ser feito pelo médico ortopedista.

Com base nas informações fornecidas pelo paciente relacionadas à dor (tipo de dor, quando dói, se a dor irradia para algum lugar, etc), o médico irá ter a hipótese diagnóstica do que pode ser.

Para auxiliá-lo no diagnóstico, exames de imagens como raios-X e ressonância nuclear magnética podem ser pedidos.

Porém, o diagnóstico geralmente é guiado pela condição de dor do paciente, que muitas vezes só procura o médico ortopedista quando já apresenta um quadro de dor na região das costas.

Mas a protrusão discal pode estar apenas ligado ao envelhecimento e muitas pessoas têm protrusão discal, sem de fato apresentarem dor na região

Tratamento

Geralmente, o tratamento para protrusão discal visa tirar o paciente do quadro de dor e impedir a progressão do quadro.

Ou seja, impedir que a protrusão discal vire uma hérnia de disco.

Para isso, a primeira atitude é melhorar o quadro de dor, com a prescrição de analgésicos e anti-inflamatórios pelo médico ortopedista.

Com a melhora da dor em alguns dias, poderá ter início a fase do tratamento a qual envolve fisioterapia.

A fisioterapia em quadros de protrusão discal tem por objetivo melhora da postura e fortalecimento muscular.

Na grande maioria dos casos, se a protrusão discal for inicial e o paciente tiver boa aderência ao tratamento conservador, não surgirão novos quadros agudos de dor e ele poderá conviver bem com o problema.

Em casos mais sérios de protrusão discal, em que o tratamento conservador não teve bons resultados, a cirurgia pode ser indicada, com a fisioterapia atuando no pós-cirúrgico.

Protrusão Discal x Exercícios Físicos

Se você recebeu o diagnóstico de protrusão discal, não há necessidade de desespero.

Muitas pessoas acham, erroneamente, que se alguém tem o diagnóstico de protrusão discal, não deve mais praticar nenhuma atividade física.

Esse não é um conceito correto.

A eliminação de toda atividade física só causará maior fraqueza muscular da região, aumentando as chances do quadro piorar.

Portanto, assim que o quadro de dor aguda melhorar, o paciente deve investir seu tempo em sessões de fisioterapia e no fortalecimento muscular da região.

Óbvio que é necessária análise de onde está localizada a protrusão discal e o grau de comprometimento, bem como qual atividade física o paciente deseja fazer.

Mas eliminar a atividade física por completo por causa do diagnóstico de protrusão discal não é uma boa ideia e pode prejudicar a longo prazo.

Consulte um bom fisioterapeuta, para que seu caso seja cuidadosamente avaliado e a melhor estratégia seja estabelecida.

A Fisioterapia Para Tratamento Da Protrusão Discal

Conforme já afirmamos, se você recebeu o diagnóstico de protrusão discal, deverá incorporar a fisioterapia no tratamento da sua patologia.

Afinal, quando não se trata a protrusão discal e não se mudam os hábitos, há grandes chances da protrusão discal piorar, evoluindo para hérnia de disco, o que dificultará mais ainda o tratamento.

Portanto, a fisioterapia pode ser uma grande aliada para melhora do seu quadro.

A fisioterapia pode atuar mais na fase “crônica” com técnicas para melhorar a qualidade do movimento, amplitude, bem como executar todo o fortalecimento muscular da região, uma vez que a falta de a falta de condicionamento muscular, pode piorar o quadro.

Porém, em alguns casos, a fisioterapia também atua na fase aguda da protrusão discal, com manobras analgésicas, sobretudo para alívio das dores na coluna.

Para isso, a fisioterapia conta com aparelhos que podem auxiliar bastante no alívio da condição dolorosa, como TENS, Ultrassom e Laser, que agem na diminuição da contração muscular, bem como na redução da inflamação local.

Com isso, a musculatura se solta e não pressiona de forma tão intensa os nervos, que é o que causa as dores nas costas, no caso da protrusão discal.

Inicialmente, técnicas de fisioterapia manual podem ser bastante úteis. Além disso, mesa de flexo descompressão, bem como Pilates, podem também ser complementos importantes ao tratamento.

Existem também a terapia manual ortopédica, na qual o fisioterapeuta utiliza movimentos nas vértebras em diferentes níveis, com amplitude e forças controladas. Isso é controlado pelo profissional, podendo ser movimentos suaves ou mais rápidos, inclusive há em alguns momentos alguns estalos.

Por fim, há o método Pilates, o qual trabalha de forma global o organismo, procurando melhorar o alinhamento e a musculatura, sem impacto em regiões indesejadas.

De fato, o método Pilates procura trabalhar a melhora física e mental do indivíduo com exercícios, os quais podem ser desenvolvidos no solo ou em aparelhos, mas devem ser sempre conduzidos e orientados por um profissional da fisioterapia.

O método Pilates desenvolve a concentração, fluidez, controle, postura, respiração, centro de força, consciência corporal, flexibilidade, equilíbrio e força muscular.

Como Prevenir A Protrusão Discal?

Falar em prevenção de qualquer problema envolvendo discos intervertebrais pode ser algo difícil de se colocar em prática pois não envolve somente mudanças de hábitos, mas também há a questão genética.

De fato, problemas nos discos intervertebrais como protrusão discal e hérnia de disco tendem a ter um fator genético ligado, ou seja, se você tem pai ou mãe com esses problemas, aumenta sua chance de também tê-los.

Mas as principais causas, conforme já explicado, estão ligados ao sedentarismo, posturas inadequadas mantidas por muito tempo, impactos na coluna vertebral e sedentarismo, além da obesidade.

Porém, algumas ações podem auxiliar na prevenção do problema.

Primeiramente, evite o sedentarismo, tendo uma vida ativa, com a prática regular de atividades físicas.

Sempre que possível, faça atividades físicas supervisionadas por um profissional, sobretudo se são atividades de alto impacto na coluna vertebral.

Em caso de atividades que envolvem peso, procure não colocar cargas elevadas.

E finalmente, mantenha-se dentro do peso. A obesidade é um dos grandes fatores que pioram os problemas vertebrais.

Existe Cirurgia Para Protrusão Discal?

O tratamento da protrusão discal é, a princípio, conservador. Ou seja, parte-se de medidas analgésicas, inclusive com prescrição de medicação e fisioterapia, para melhora do quadro, com o objetivo de impedir sua evolução para uma hérnia de disco.

Portanto, se você obteve o diagnóstico por imagem de várias protrusões discais, não se preocupe, isso pode ser apenas o envelhecimento da coluna. Não há porque já pensar em cirurgia.

Dificilmente se indica um procedimento cirúrgico na coluna vertebral, no caso de protrusão discal, sem antes ter sido encaminhado ao tratamento conservador.

As cirurgias na coluna, atualmente, são minimamente invasivas, mas costumam estar reservadas a poucos casos de hérnias de disco que não obtiveram resultado positivo com o tratamento conservador.

Dessa forma, é consenso sempre optar pelo tratamento conservador inicial, pois esse tratamento costuma oferecer bons resultados, sobretudo quando o paciente é aderente ao tratamento.

Então, O Que Fazer?

Se você sente dor na região das costas, aguarde alguns dias e veja se a dor melhora com repouso e compressas de bolsa quente.

Nesse pequeno período de repouso, não carregue peso e procure dar alívio para a coluna vertebral.

Caso a dor não melhore em poucos dias, procure um médio ortopedista para o diagnóstico correto do problema.

Uma vez realizados os exames e tendo o diagnóstico de protrusão discal, siga o tratamento de forma adequada.

Ou seja, compareça as sessões de fisioterapia e siga as recomendações do profissional. Lembre-se que todo tratamento conservador só funcionará adequadamente caso o paciente tenha aderência ao tratamento.

Aderência ao tratamento significa comparecer às sessões e mudar o estilo de vida, quando indicado. Em casos de obesidade, o controle e manutenção do peso é essencial para o resultado positivo do tratamento.

Por fim, caso você tenha recebido o diagnóstico de protrusão discal e não apresenta nenhuma sintomatologia, sendo esse um achado em exames de imagem, não se preocupe. Apenas tenha cuidado com carregar pesos e exercícios de muito impacto.

É possível viver com protrusão discal e ter bastante qualidade de vida, bastando saber o que é a patologia e como viver corretamente com ela.


Voltar ao Blog

Veja outras postagens

Dores no Quadril: O Que Pode Ser e Como Tratar?

Dores no Quadril: O Que Pode Ser e Como Tratar?

Continuar lendo
Fisioterapia Para Artrose de Coluna

Fisioterapia Para Artrose de Coluna

Continuar lendo
Fisioterapia na Artroplastia de Quadril

Fisioterapia na Artroplastia de Quadril

Continuar lendo
Whats -55 11 9 9274.3707