Blog

Os benefícios do Pilates na Dor Crônica

Os benefícios do Pilates na Dor Crônica

Pilates é um método de exercícios corporais criado por Joseph Pilates em 1920. O método pode utilizar o peso do próprio corpo para a execução do exercício e pode contar também com uma série de equipamentos que auxiliam na prática.

O objetivo do Pilates é trabalhar o movimento como um todo, o que pode envolver mobilidade, fortalecimento e equilíbrio, tudo em conjunto com a respiração e concentração.

Muito já se sabe sobre a influência da prática de Pilates no alívio de dores crônicas. As razões estão nas consequências do método: maior oxigenação dos tecidos, o que ajuda a minimizar inflamações, relaxamento muscular, maior consciência corporal, fortalecimento e alinhamento postural.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Estudos da Dor, quase 40% da população brasileira, ou seja, acima de 80 milhões de pessoas, já relataram sofrer de algum tipo de dor crônica.

Assim, são pessoas que convivem diariamente com dor e que não encontraram solução para o término da dor somente com medicamentos tradicionais.

O que mais entristece, ao ver esse dado, é que grande parte das dores crônicas apresentam tratamento, mas é necessário que o paciente tenha aderência ao tratamento.

O que é uma dor crônica?

Pacientes com dores crônicas são aqueles nos quais o tratamento convencional, apenas medicamentoso, já não surte efeito. As dores crônicas mais comuns são aquelas que envolvem a coluna vertebral e as articulações, além das enxaquecas.

Através do envelhecimento maior da população, dores na coluna também têm se tornado mais frequente. E embora a terapia medicamentosa possa fornecer alívio a curto prazo, caso o paciente não busque um tratamento mais efetivo para seu problema, a dor crônica pode se instalar.

Com isso, o paciente necessita de doses cada vez maiores de analgésicos e anti-inflamatórios, o que faz com que esse indivíduo também sofra as sequelas dessas medicações tomadas com frequência.

Assim, a qualidade de vida do paciente diminui muito, por ter que conviver com a dor ou então, com as consequências de altas doses de medicamentos.

Isso faz com que a pessoa, cada vez mais, se desanime, devido à sua própria condição. Assim, a depressão também pode acompanhar pessoas com dores crônicas.

​Como o Pilates auxilia no tratamento e alívio da dor crônica?

Devido ao seu método, o Pilates auxilia no tratamento e alívio das dores crônicas. Assim, através da respiração correta e exercícios respiratórios, os tecidos com mais oxigênio têm substâncias inflamatórias removidas com mais facilidade.

Dessa forma, a tendência é a redução da inflamação local.

Além disso, com o fortalecimento muscular e melhora da mobilidade das articulações, a tendencia é que a sobrecarga diminua, haja uma melhor harmonia mecânica no corpo, consequentemente as dores diminuam.

Através do Pilates, é possível exercitar-se, sem dor. E assim, os benefícios da prática de atividade física, como melhora da autoestima, bem como da ausência de impacto nas articulações, auxilia no tratamento da dor crônica.

O que a ciência diz sobre os benefícios do Pilates na dor crônica

Não são poucos os estudos científicos que demonstram os benefícios do Pilates para o tratamento e alívio da dor crônica.

Em um estudo clínico randomizado de 2017 [1], realizado em parceria de institutos de pesquisa espanhóis e italianos, avaliou pacientes com dores lombares crônicas, após 12 semanas de prática de Pilates.

O estudo verificou se havia diferença entre Pilates no solo e Pilates com equipamentos. Os resultados demonstraram que ambas as práticas melhoram o condicionamento muscular em pacientes com dores crônicas na região lombar.

Já outro estudo, também recente, fez uma revisão sistemática de vários outros estudos científicos sobre os reais benefícios da prática de Pilates para portadores de dores crônicas, na região lombar da coluna vertebral.

Nesse estudo, de pesquisadores do Laboratório de Profilaxia da Saúde da Universidade de Serviços Médicos da Polônia [2], os autores concluíram que um efeito positivo da prática de Pilates é encontrado a curto prazo (até 3 meses), como redução da dor e melhora da mobilidade.

Além disso, as sessões de Pilates, na avaliação dos autores, devem ser sempre supervisionadas por profissionais fisioterapeutas qualificados, com duração mínima de 50 minutos, devendo ser de duas a três vezes por semana, para atingir os benefícios a curto prazo.

Já a longo prazo, a melhora de outros quesitos, que também contribuem para diminuição da dor crônica, como melhora da postura, melhora do condicionamento físico e melhora da autoestima nos praticantes, também é mencionada em outros estudos científicos.

Portanto, para portadores de dores crônicas, a prática de Pilates é bastante indicada, já tendo sida atestada pela Ciência como ideal para esses indivíduos.

[1] Cruz-Diaz, D. et al. The effectiveness of 12 weeks of Pilates intervention on disability, pain and kinesiophobia in patients with chronic low back pain: a randomized controlled trial. Clinic Rehab 2018, 32(9): 1249-1257.
[2] Eliks, M. et al. Application of Pilates-based exercises in the treatment of chronic non-specific low back pain: state of the art. Postgrad Med J 2019; 95: 41-45.


Voltar ao Blog

Veja outras postagens

Hoffite: O Que é e Como Tratar

Hoffite: O Que é e Como Tratar

Continuar lendo
Artrose de Quadril Tratamento

Artrose de Quadril Tratamento

Continuar lendo
Radiculopatia: Causas e Tratamento

Radiculopatia: Causas e Tratamento

Continuar lendo
Whats -55 11 9 9274.3707
Abrir bate-papo
Olá 👋
Marque uma consulta agora pelo WhatsApp!